ÀS VEZES
Ana Costa / Jorge Agrião
Participação Especial: Ana Costa

Às vezes, às vezes fico a me perguntar
Se vale às vezes a pena te encontrar
Pois quero mil vezes meu rio no teu mar
Certeza pras vezes que eu for te procurar

Em nome da nossa paixão eu revirei toda cidade
Pedir a São Sebastião:
- Mostre o caminho da verdade!
O samba novo fiz no tom certo pro coração sorrir
Também senti que está louco de saudade

Às vezes, às vezes fico a me perguntar
Se vale às vezes a pena te encontrar
Pois quero mil vezes meu rio no teu mar
Certeza pras vezes que eu for te procurar

Já percorri o Baixo Leblon, Lagoa, Gávea, Humaitá
No Lama's veio o tal garçon dizendo que você passou por lá
Meu Deus, mas como vai ser bom
Um dia a gente se encontrar
Toda a cidade a aplaudir, vai festejar

Às vezes, às vezes fico a me perguntar
Se vale às vezes a pena te encontrar
Pois quero mil vezes meu rio no teu mar
Certeza pras vezes que eu for te procurar

Flamengo, Catete, Tijuca, Cascadura, Jacarepaguá
Copabacana, Ipanema, Urca, Bonsucesso, Penha Circular
Um samba na Vila, Magueira, Portela, Estácio de Sá
Santa Teresa descendo pra Lapa esticando até Praça Mauá
Não me sai da cabeça possibilidade de te encontrar