SORRISO ABERTO
Guará
Participação Especial: Ana Costa, Juliana Diniz e Márcia Viegas

É, foi ruim à beça
Mas pensei depressa
Numa solução para a depressão
Fui ao violão
Fiz alguns acordes
Mas pela desordem no meu coração
Não foi mole, não
Quase que sofri desilusão

Tristeza foi assim
Se aproveitando pra tentar se aproximar
Ai de mim
Se não fosse o pandeiro, o ganzá e o tamborim
Pra ajudar a marcar, meu tamborim
Pra ajudar a marcar…

Logo eu
Com meu sorriso aberto
E o paraíso perto
Pra vida melhorar
Malandro desse tipo
Que balança mais não cai
De qualquer jeito vai
Ficar bem mais legal
Pra nivelar a vida em alto astral

Samba aqui, samba ali, samba lá

Lá, laiá, laiá…