FAIXAS DO DISCO
| 10. Falso Pai de Santo / Roda de Saia
FALSO PAI DE SANTO / RODA DE SAIA
Monarco / Betinho da Balança

Não vou me embora nem que o
Meu patrão me mande
Só depois da hora
Grande eu vou subir
Dizia o moço vestido de branco
Se dizendo pai de santo
No terreiro do Seu Tiriri

No terreiro do Seu Tiriri
Se errar o coro come
Tiriri levou o homem lá
Pro fundo do quintal
Apanhou uma garrafa de marafo
Misturou com azeite de dendê
Um pedaço de fumo e pimenta
Botou na panela pra ferver
E mandou o crioulo ajoelhar
E beber tudo aquilo de uma vez

Disse: Nêgo tu vai me pagar
A vergonha que me fez
Tiriri deu gargalhada
Olhou pro clarão da lua e disse:
Moleque tu vai aprender
A respeitar povo de rua

Quem quiser rabo de saia
Vai buscar noutro lugar
No terreiro da vovó
Esse nêgo não vai se criar

Quando uma moça balança
O nêgo avança e vai segurar
Mas se for perna de calça
Ele nem sai do lugar

Vovó só tá espiando
Esse nêgo aproveitador
Qualquer dia ele
Toma um surreiro
E sai do terreiro
naquele de horror...